.
Chippu - A dica do momento

Disponível nas lojas


.
.
.

Rita Moreno defende Lin-Manuel Miranda sobre a falta de representatividade afro-latina no musical Em um Bairro de Nova York

A atriz defende que Miranda abriu portas para outros latinos em Hollywood

Na última semana, Em um Bairro de Nova York teve seu lançamento nos Estados Unidos, e Lin-Manuel Miranda, o criador do filme musical, foi muito criticado pela falta de representatividade afro-latina entre os personagens principais, o que levou fazer uma carta aberta em seu Twitter se desculpando. E durante o The Late Show with Stephen Colbert, a atriz Rita Moreno, defendeu o ator e diretor. (via Indie Wire)


"Podemos falar um pouco sobre aquela crítica sobre Lin-Manuel? Isso realmente me perturba. Você nunca pode fazer o certo, ao que me parece. Ele é o homem que literalmente trouxe o latino e porto-riquenho para a América. Eu adoraria dizer que sim, mas não consegui fazer isso. Lin-Manuel fez isso realmente sozinho, e estou emocionada e orgulhosa com tudo que ele produziu". 


"Estou simplesmente dizendo, você não pode simplesmente esperar um pouco e deixar pra lá? Eles realmente estão atacando a pessoa errada", finalizou a atriz. 


Moreno e Manuel Miranda trabalharam recentemente em conjunto ao documentário Rita Moreno: Just a Girl Who Decided to Go for It, que mostra a trajetória da grande atriz, que é uma imigrante de Porto Rico. 


Em um Bairro de Nova York acompanha a rotina dos moradores de uma comunidade latina da periferia de Nova York. Usnavi é dono de uma mercadoria local que sonha em viver pela arte e o filme acompanha ele indo em busca de seus sonhos.


A adaptação é dirigida por Jon M. Chu e o elenco é composto por Anthony Ramos, Miranda, Corey Hawkins, Leslie Grace, Melissa Barrera, Olga Merediz, Daphne Rubin-Vega, Gregory Diaz IV, Stephanie Beatriz, Dascha Polanco e Jimmy Smits. No Brasil, o longa estreia na próxima quinta-feira, 17 de junho.