.
Chippu - A dica do momento

Disponível nas lojas


.
.
.

Ray Fisher responde relatos de que a Warner o cortou de Flash, estúdio diz que é hora de "seguir em frente"

Enquanto isso, o estúdio disse que o ator não cooperou com as investigações sobre a produção de Liga da Justiça

O ator Ray Fisher, que viveu o Ciborgue em Liga da Justiça, respondeu via Twitter o relato de que a Warner havia cortado seu personagem do filme do Flash.


Segundo Fisher, ele não decidiu deixar o papel como o The Wrap havia reportado - apesar do ator ter dito publicamente que não participaria mais de produções envolvendo o presidente da DC Films, Walter Hamada - e que se essa decisão foi tomada, foi pelo estúdio. Ele trouxe à tona novamente as investigações sobre o comportamento supostamente condenável de do diretor Joss Whedon e dos produtores Geoff Johns e Jon Berg durante as refilmagens de Liga da Justiça.


Fisher afirma que a Warner já cortou relações com Whedon e que fará o mesmo com Geoff Johns, que contiinua envolvido em várias produções da DC Comics. A Warner Bros., por sua vez, diz que a investigação foi conduzida por uma firma de lei independente e um ex-juiz federal, entrevistando 80 pessoas - Fisher, supostamente, negou todas as tentativas de contato. O estúdio diz que a investigação foi concluída, que confiam em seus resultados e que é hora de "seguir em frente."