.
Chippu - A dica do momento

Disponível nas lojas


.
.
.

Ray Fisher acusa produtores de Liga da Justiça de racismo

Ator diz que seu papel foi diminuído por decisões racistas nas refilmagens.

Ray Fisher, ator que interpretou o Ciborgue em Liga da Justiça, comentou em uma entrevista com a Forbes sobre o suposto ambiente tóxico que existiu nas refilmagens do longa uma vez que Zack Snyder havia deixado a produção.

De acordo com Fisher, produtores da Warner - incluindo Geoff Johns, Jon Berg e Tobby Emmerich (presidente da Warner Bros) - tiveram conversas racistas que levaram à diminuição do seu papel, além do de Joe Morton (Silas Stone) e a remoção de todas as cenas envolvendo Zheng Kai, Kersey Clemons e Karen Bryson.

“Antes das refilmagens de Liga da Justiça, conversas abertamente racistas aconteceram – em várias ocasiões – entre antigos e atuais executivos da Warner”, disse Fisher. “Percebi que as orientações que recebi de Johns durante as refilmagens eram apenas uma versão codificada das coisas racistas que ele dizia atrás de portas fechadas a outros executivos”.

A equipe de Joss Whedon, diretor que substituiu Snyder e foi acusado e criar um ambiente hostil no set da Liga, respondeu às acusações afirmando que todas essas decisões haviam sido tomadas antes do cineasta ter assumindo a direção. Fisher também afirmou que a Warner instruiu ele e o resto do elenco a elogiar o novo diretor na Comic-Con.