Godzilla vs. Kong - Crítica do Chippu

Mesmo perdendo um pouco da reverência aos seus monstros, o diretor Adam Wingard entrega um dos filmes mais divertidos do ano

Godzilla vs. Kong - Crítica do Chippu

Você pode gostar