.
Chippu - A dica do momento

Disponível nas lojas


.
.
.

Falcão e o Soldado Invernal | 10 melhores momentos da primeira temporada

Segunda série da Marvel no Disney+ encerra sua trajetória de forma emblemática

Esse texto contém spoilers de Falcão e o Soldado Invernal


A primeira temporada de Falcão e o Soldado Invernal chegou ao seu fim na última sexta-feira (23). A produção estrelada por Anthony Mackie e Sebastian Stan fez o Marvel Studios revistar temas até então pouco explorados. Diante de todo contexto social que 2020 trouxe com o movimento Black Lives Matter, a série conclui a jornada de Sam Wilson de forma emblemática, com o herói assumindo o símbolo mais importante do estúdio e reconhecendo toda a história de Isaiah Bradley, homenageando-o com uma estátua e uma seção no museu do Capitão América.

Depois de "Um Mundo, Um Povo", último episódio do seriado, o Chippu vai relembrar 10 grandes momentos da série.

10- O voo de Sam Wilson
Falcão e o Soldado Invernal chega com o pé na porta e tem seus 10 minutos iniciais com cenas de combate empolgantes e completamente dinâmicas. Focando em Sam, a série começa sua trajetória com o Falcão em uma perseguição aérea digna dos maiores blockbusters do cinema. Episódio 1: Nova Ordem Mundial

9- Máscara do Barão Zemo
Apresentado em Capitão América: Guerra Civil, Daniel Brühl sempre demonstrou estar no ponto ideal do personagem, como estrategista, político e com suas pitadas de humor. No entanto, apenas em "Mercador do Poder", terceiro episódio da série, vemos pela primeira vez o vilão com sua icônica máscara roxa, completando o visual estiloso de forma idêntica ao quadrinho. Episódio 3: Mercador do Poder

8- Dança do Zemo
Certamente um dos momentos mais marcantes e o mais divertido de toda a série. A dança de Zemo teve uma repercussão imensa nas redes sociais e rendeu a revelação da cena estendida divulgada pela Marvel, além de uma versão de uma hora. Episódio 3: Mercador do Poder

7- Retorno das Dora Milaje
As Dora Milaje, guarda real de Wakanda, aparecem novamente desde a última vez em Vingadores: Ultimato. O retorno de Ayo e suas companheiras guerreiras é simbólico com elas derrotando facilmente John Walker e pegando o escudo do Capitão América. Afinal, como bem disse Ayo: “As Dora Milaje têm jurisdição em qualquer lugar que as Dora Milaje se encontrem." Citação comprovada pela declaração de Sam Wilson para Walker: "Vai preferir lutar com o Bucky do que enfrentar uma Dora Milaje.” Episódio 4: O Mundo Está Vendo

6- A ira de John Walker
Após ter seu companheiro Lamar Hoskins morto pela Karli Morgenthau, John Walker demonstra toda sua ira e descontrole assassinando um membro dos Apátridas com o escudo, mancho-o de sangue, em praça pública. O momento direciona o personagem ao seu caminho já conhecido de tornar-se o Agente Americano e comprova que sua posição como Capitão América é totalmente descabida. Episódio 4: O Mundo Está Vendo

5- Falcão e o Soldado Invernal contra John Walker
Logo no começo do penúltimo capítulo, temos a aguardada luta entre John Walker (Wyatt Russell) e os personagens titulares, Sam (Anthony Mackie) e Bucky (Sebastian Stan). O confronto carrega um grande peso emocional, visto que Walker acabou de cometer um assassinato e manchar o escudo com sangue, além, é claro, de ter a fórmula de super soldado em seu corpo. Os heróis precisam de muito esforço para derrotar o "novo Capitão América", e a luta danifica o braço do Soldado Invernal, além de quebrar as asas do Falcão. Episódio 5: Verdade

4- Apresentação da Valentina Allegra de Fontaine
Depois de John Walker ser destituído do título de Capitão América pelo senado americano, Contessa Valentina Allegra de Fontaine, interpretada pela vencedora do Emmy, Julia Louis-Dreyfus, chega para abordá-lo e então iniciar a formação da sua equipe. Inicialmente, a personagem seria apresentada em Viúva Negra. Episódio 5: Verdade

3- Diálogo entre Sam Wilson e Isaiah Bradley
Após recuperar o escudo, Sam Wilson vai atrás de Isaiah Bradley para entender mais do legado do projeto que gerou o Capitão América, seu escudo e a fórmula do super soldado. Bradley salvou outros soldados com versões instáveis do soro quando o exército americano queria matá-los, e em troca dos seus atos heroicos, foi jogado numa prisão por 30 anos e se tornou rato de laboratório na tentativa de recriar o programa. O encontro gera uma das falas mais pesadas do seriado, quando Isaiah afirma que nunca vão deixar um homem negro ser o capitão América. Episódio 5: Verdade

2- Sam Wilson sendo chamado de Capitão América
Toda jornada de Sam Wilson ao recusar o escudo para então entender todo seu legado e buscar sua identidade é coroado com o reconhecimento do povo ao identificá-lo como o novo Capitão América. Após o herói salvar um carro de cair, temos um diálogo entre os civis presentes. "É o Falcão Negro ali. Estou dizendo.", diz o primeiro. "Não, esse é o Capitão América.", conclui o segundo emocionado com a representatividade e heroísmo de Sam. Episódio 6: Um Mundo, Um Povo

1) História de Isaiah Bradley reconhecida
Assim como a dança do Zemo está cravada como a cena mais divertida da série, o momento mais emocionante de Falcão e o Soldado Invernal é a história de Isaiah Bradley sendo honrada e reconhecida. Já no fim do último episódio, temos o segundo Capitão América negro levando o primeiro para o museu do herói. La, há agora uma estátua e uma seção dedicada aos feitos de Bradley. Isaiah finalmente solta suas emoções para abraçar Sam, que diz: "Agora, eles nunca esquecerão o que você fez por esse país. Nunca." Episódio 6: Um Mundo, Um Povo