.
Chippu - A dica do momento

Disponível nas lojas


.
.
.

Em um Bairro de Nova York é criticado por falta de representatividade afro-latina

O filme estreia na próxima quinta-feira, 17 de junho, no Brasil

O filme musical Em um Bairro de Nova York foi lançado na última semana nos Estados Unidos, e está sendo muito criticado por não ter tantos atores afro-latinos no longa.


O criador e produtor do musical, Lin-Manuel Miranda, se desculpou em seu Twitter pela falta de representatividade, mesmo que todo o elenco seja latino. 


"Comecei a escrever Em um Bairro de Nova York porque não me sentia visto. E nos últimos 20 anos tudo que eu queria era que nós - TODOS nós - nos sentíssemos vistos", disse Miranda, fazendo ênfase a comunidade latina. 


"Estou vendo a discussão em torno da representação afro-latina em nosso filme neste fim de semana e está claro que muitos em nossa comunidade não se sentem suficientemente representados aqui, particularmente entre os papéis principais. Ouvi dizer que, sem representação suficiente de afro-latinos, o trabalho parece extrativo da comunidade que tanto queríamos representar com orgulho e alegria".



O longa acompanha a rotina dos moradores de uma comunidade latina da periferia de Nova York. Usnavi é dono de uma mercadoria local que sonha em viver pela arte e o filme acompanha ele indo em busca de seus sonhos.


A adaptação é dirigida por Jon M. Chu e o elenco é composto por Anthony Ramos, Miranda, Corey Hawkins, Leslie Grace, Melissa Barrera, Olga Merediz, Daphne Rubin-Vega, Gregory Diaz IV, Stephanie Beatriz, Dascha Polanco e Jimmy Smits. No Brasil, o longa estreia na próxima quinta-feira, 17 de junho.