.
Chippu - A dica do momento

Disponível nas lojas


.
.
.

Cruella teve estreia quase 40% menor que Mulan no Disney+

Ainda sim, filme gerou US$ 20.5 milhões no serviço de streaming

A estreia de Cruella no Disney+ não foi tão boa quanto a de Mulan, o último live-action do estúdio a ser lançado no serviço de streaming via Premier Access. Números da Samba TV (via Deadline) mostram uma queda.


Mulan passou por 1.12 milhão de residências dos Estados Unidos na sua estreia entre 4 e 7 de setembro de 2020. Já Cruella conquistou 686 mil residências entre os dias 28 e 31 de maio, uma queda de 39% em relação ao live-action anterior. Ambos filmes custaram US$ 29.99 no Premier Access do serviço.


Ainda sim, o filme da vilã de 101 Dálmatas trouxe US$ 20.57 milhões pelo Disney+. É preciso lembrar, também, que ele saiu nos cinemas, onde arrecadou US$ 26.5 milhões na estreia.


Leia nossa crítica de Cruella


O novo filme de Cruella explora as origens da clássica vilã de 101 Dálmatas. O filme é dirigido por Craig Gillespie (A Garota Ideal, Arremesso de Ouro) e conta com Mark Strong, Emily Beecham, Paul Walter Hauser e Joel Fry no elenco. Ele estreou em 28 de maio e será lançado no formato híbrido, tanto nos cinemas quando no Disney+ pelo Premier Access, custando R$ 69,90 para assinantes.


Ele fica no Premier Access até o dia 11 de junho. Depois, Cruella será removido do serviço até o dia 16 de julho, quando retorna sem custo adicional para os assinantes.